Claudia Jouvin Criativa

Graduada em cinema pela UNESA, em 2003, Claudia Jouvin iniciou a carreira em 2001 na produtora Raccord, como primeira-assistente do diretor Lírio Ferreira. Uma das produções foi o clipe “Pelo Engarrafamento”, de Otto.

Trabalhou na Produtora Conspiração, estagiando com Breno Silveira e Fabião Soares, no núcleo de Publicidade, e participou da direção de diversos comerciais, incluindo Corsa, CCAA, Rexona, Seda, Guaraná Antarctica e Fiat. 

Um de seus curtas premiados é o "Velha História", stop motion narrado por Marco Nanini: 

https://www.youtube.com/watch?v=M8FC1hpL3Fk

O filme ganhou os seguintes prêmios:

2º Lugar - Júri Popular no Anima Mundi em 2003

Melhor Animação no Amazonas Film Festival em 2003

Melhor Animação no Festival Primeiro Plano (Juiz de Fora) em 2003

Melhor Fotografia de Filme Estudantil no ABC - Academia Brasileira de Cinematografia em 2004

Menção Honrosa no Festival de Curtas de Belo Horizonte em 2004

Prêmio Porta Curtas no Festival Internacional de Curtas de São Paulo em 2004 

Escreveu "O Gorila", de José Eduardo Belmonte, adaptação de um conto de Sérgio Sant’Anna que estreou na Première Brasil do Festival do Rio 2012.

Roteirista da Rede Globo desde 2004, escreveu programas como "A Diarista", "A Grande Família", "Cidade Proibida" e "Mister Brau", e criou o quadro "Leandra Borges", exibido no Fantástico. 

Escreveu, em parceria com Dennison Ramalho, o filme de terror "Morto Não Fala", produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre, que em breve vai virar série na TV Globo. 

Atualmente é colaboradora da super série de George Moura e Sergio Goldenberg, "Onde Nascem os Fortes". 

Voltou a trabalhar com José Eduardo Belmonte no filme "Entre Idas e Vindas". 

Em 2016 dirigiu o longa-metragem "Um Homem Só"do qual também assina o roteiro.

Prêmios ganhos no 43o. Festival de Gramado (2015) com "Um Homem Só":

Melhor atriz: Mariana Ximenes

Melhor Ator Coadjuvante: Otavio Muller

Melhor Fotografia: Adrian Tejido 

FOTOS
Divulgação
Claudia Jouvin